‘Agora e na hora’

‘Agora e na hora’

Está chegando às livrarias em abril meu novo romance (pela Companhia das Letras), ‘Agora e na hora’ – uma história sobre a morte e sobre o ofício de escrever . ‘Agora e na hora’, que levei dez anos para terminar, acabou se revelando também um embate entre escritor e personagem. Aqui vai um pequeno trecho: “Senti uma estranha euforia, um medo caloroso, feito de gritos, não de silêncios. E tive vontade de dizer alguma coisa que o deixasse chocado. Cheguei um pouco mais à frente, encostando no tampo de cristal da mesa meu peito corrompido. — Quanto tempo? Ele baixou os olhos. Nenhum homem, por mais calejado que seja, enfrenta essa pergunta sem titubear. O médico piscou várias vezes, e por um segundo tive a impressão...

Leia Mais

‘A noite do meu bem’ no rádio

‘A noite do meu bem’ no rádio

Já estão no ar (no site da Rádio MEC) todos os seis programas da série “A noite do meu bem”, sobre o samba-canção, com Ruy Castro. Os seis  programas foram ao ar uma vez por semana, sempre aos domingos, às 20h (Rádio MEC FM) e às 22h (MEC AM). Agora, serão reproduzidos por várias rádios por todo o Brasil. Os programas da série “A noite do meu bem” falam da noite carioca nos anos 50, dos cantores, da dor de cotovelo, das canções de temática positiva, de ícones da época, como Antonio Maria e Dolores Duran, e também da eternidade do samba-canção. Nos links abaixo, todos os programas. O roteiro da série foi escrito por mim, com base, claro, no livro “A noite do meu bem”, de Ruy...

Leia Mais

‘O poço e o pêndulo’ no palco do CCBB

Na segunda-feira, 19 de setembro, das 18h30 às 20h, no Teatro I, o Centro Cultural Banco do Brasil dá início ao ciclo Histórias Extraordinárias, com a apresentação do monólogo ‘O poço e o pêndulo‘, clássico de Edgar Allan Poe, uma adaptação minha. Escrito especialmente para o projeto, o texto será apresentado, na forma de leitura dramática, pelo ator Zécarlos Machado, com direção de Eduardo Tolentino, ambos do grupo teatral paulistano Tapa. Após a leitura, Zécarlos, Tolentino e eu participaremos de um bate-papo, mediado pela escritora e filósofa Marcia Tiburi. O Projeto Dirigido ao público jovem, Histórias Extraordinárias acontecerá na penúltima segunda-feira de cada mês, de setembro de 2016 a fevereiro de 2017, das 18h30 às...

Leia Mais

‘Bilac vê estrelas’: mais indicações

‘Bilac vê estrelas’: mais indicações

Foi um sucesso a participação de nosso musical “Bilac vê estrelas” no Festival de Inverno: no dia 21 de agosto, sábado, “Bilac” se apresentou no SESC Quitandinha, e no dia seguinte, domingo, no SESC Teresópolis. A resposta do público, nos dois dias, foi sensacional. Foi uma chance para assistir a esse musical premiadíssimo: foram quatro prêmios (Shell, APTR e dois Bibi Ferreira) e quase trinta indicações. Em julho, “Bilac” se apresentou também no Festival Internacional de Teatro de Angra dos Reis, FITA, e foi um dos espetáculos mais indicados para prêmios: sete indicações. Com praticamente todo o elenco original, “Bilac” se apresentou no FITA para um público de 1.200 pessoas, que cantaram junto com os atores,...

Leia Mais

‘Bilac vê estrelas’: um sucesso

‘Bilac vê estrelas’: um sucesso

Nosso musical ‘Bilac vê estrelas’ (roteiro meu e de Julia Romeu, baseado em romance homônimo de Ruy Castro), apresentado no ano passado durante seis meses (em temporadas no Rio e em São Paulo), teve até agora uma carreira de sucesso. Foram quatro prêmios importantes: prêmios Shell, APTR e Bibi Ferreira para Melhor Música – pelo lindo trabalho de Nei Lopes – e prêmio Bibi Ferreira de Melhor Musical Brasileiro. ‘Bilac vê estrelas’ recebeu também quase vinte indicações, incluindo diversas categorias como Melhor Musical, Melhor Texto Original, Melhor Direção Musical, Melhor Ator e Atriz e também Melhor Figurino.  Agora, esperamos parcerias para poder voltar aos palcos ainda em 2016 ou, no máximo, em 2017. E viva o musical...

Leia Mais

Prêmio Shell para ‘Bilac’

Prêmio Shell para ‘Bilac’

Nosso musical “Bilac vê estrelas” recebeu o Prêmio Shell de Melhor Música, pela sensacional trilha sonora original de Nei Lopes. O Prêmio Shell, um dos mais tradicionais do teatro brasileiro (criado há 28 anos), foi entregue em festa realizada no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico do Rio, na noite de terça-feira, dia 15 de março. Durante a cerimônia, além da entrega dos prêmios, foi realizada uma homenagem à diva do teatro brasileiro, Fernanda Montenegro. O Prêmio Shell de Melhor Música para a trilha de “Bilac vê estrelas” é um reconhecimento ao talento de Nei Lopes, não apenas como sambista, mas como autor de grande porte, já que entre as 15 canções que fazem parte do musical não há um único samba (até porque em...

Leia Mais