‘A noite do meu bem’ no rádio

‘A noite do meu bem’ no rádio

Já estão no ar (no site da Rádio MEC) todos os seis programas da série “A noite do meu bem”, sobre o samba-canção, com Ruy Castro. Os seis  programas foram ao ar uma vez por semana, sempre aos domingos, às 20h (Rádio MEC FM) e às 22h (MEC AM). Agora, serão reproduzidos por várias rádios por todo o Brasil. Os programas da série “A noite do meu bem” falam da noite carioca nos anos 50, dos cantores, da dor de cotovelo, das canções de temática positiva, de ícones da época, como Antonio Maria e Dolores Duran, e também da eternidade do samba-canção. Nos links abaixo, todos os programas. O roteiro da série foi escrito por mim, com base, claro, no livro “A noite do meu bem”, de Ruy...

Leia Mais

Prêmio Shell para ‘Bilac’

Prêmio Shell para ‘Bilac’

Nosso musical “Bilac vê estrelas” recebeu o Prêmio Shell de Melhor Música, pela sensacional trilha sonora original de Nei Lopes. O Prêmio Shell, um dos mais tradicionais do teatro brasileiro (criado há 28 anos), foi entregue em festa realizada no Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico do Rio, na noite de terça-feira, dia 15 de março. Durante a cerimônia, além da entrega dos prêmios, foi realizada uma homenagem à diva do teatro brasileiro, Fernanda Montenegro. O Prêmio Shell de Melhor Música para a trilha de “Bilac vê estrelas” é um reconhecimento ao talento de Nei Lopes, não apenas como sambista, mas como autor de grande porte, já que entre as 15 canções que fazem parte do musical não há um único samba (até porque em...

Leia Mais

Correndo contra o relógio

Correndo contra o relógio

A crise chegou às escolas de samba. Ao ouvir isso, pensei: Oba! Menos dinheiro significa menos patrocínios esdrúxulos e menos luxo, mas, quem sabe, mais criatividade. Ou seja, mais samba e menos espetáculo. Mas acho que me enganei. Mal me enchi de esperança e li uma nota (na coluna Gente Boa, do GLOBO) dizendo que a Liesa, por causa da falta de dinheiro, estuda reduzir o número de carros alegóricos obrigatórios, de seis para cinco (o que seria ótimo), e – aí é que vem o problema – o tempo dos desfiles das escolas, de 82 para 70 minutos. Ora, se as escolas já passam marchando, quase correndo, e se o ritmo alucinado dos últimos anos já vinha desfigurando completamente o gênero samba-enredo, o que será do desfile se tiver de acontecer com 12...

Leia Mais

Ruy Castro faz diferença

Ruy Castro faz diferença

Ruy Castro é um dos concorrentes ao Prêmio Faz Diferença 2015, concedido pelo jornal O Globo e pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro). O Faz Diferença, que está em sua 13a. edição, é concedido anualmente, em várias categorias. Ruy Castro concorre na categoria Segundo Caderno/Prosa (isto é, na área de literatura), juntamente com Nei Lopes (que este ano se destacou, entre outras coisas, pela autoria das canções do nosso musical “Bilac vê estrelas”) e com o editor Jacó Guinsburg, criador da editora Perspectiva. A escolha é feita por voto popular e a votação vai até o dia 10 de janeiro. Quem quiser votar, pode fazer sua escolha no site...

Leia Mais

‘A noite do meu bem’ leva o prêmio APCA 2015

‘A noite do meu bem’ leva o prêmio APCA 2015

Ruy Castro é um dos vencedores do prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Artes) 2015, por seu livro “A noite do meu bem – A história e as histórias do samba-canção”. O livro de Ruy, lançado há poucas semanas, foi o vencedor na categoria Ensaio/Reportagem. Cinquenta críticos votaram nas categorias Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Literatura, Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infantil,Televisão e, pela primeira vez, Moda. “Os vencedores deste ano refletem a agilidade da criação artística ao longo do ano nas suas mais variadas formas”, afirmou José Henrique Fabre Rolim, presidente da APCA. A cerimônia de entrega a todos os artistas contemplados neste Prêmio APCA acontecerá no primeiro quadrimestre de 2016,...

Leia Mais

Vem aí ‘A noite do meu bem’

Vem aí ‘A noite do meu bem’

O novo livro de Ruy Castro, “A noite do meu bem – A história e as histórias do samba-canção” (Companhia das Letras) chegará às livrarias daqui a duas semanas. É o primeiro grande livro de reconstituição histórica de Ruy em dez anos: o último foi “Carmen”, a biografia de Carmen Miranda, publicado em 2005. “A noite do meu bem” levou cerca de três anos para ser feito (apurado e escrito) e é, não tenho dúvida, um dos melhores — se não o melhor — livro de Ruy. É uma impressionante massa de informações, costurada de forma magistral, tecendo um panorama da noite do Rio entre 1946 e 1965. Mas não só da noite, das boates, dos cantores, músicos, compositores, mas também de tudo o que compunha o...

Leia Mais