Livros publicados

ROMANCES

 

Agora e na hora (Companhia das Letras 2017)

 

Um escritor fracassado. Um livro de contos sobre a morte. Um plano de suicídio. Um último desejo: ser o senhor de seu próprio destino. Este é o tema de ‘Agora e na hora’, um livro sobre a morte, que é também um instigante embate entre o escritor e seu personagem.

 

 

 

O oitavo selo Quase romance (Cosac Naify 2014) Finalista do Prêmio Jabuti e do Prêmio S. Paulo de Literatura; semifinalista do Prêmio Oceanos (ex-Portugal Telecom)

 

Intercalando ficção e realidade, o livro tem por protagonista um personagem da vida real, o escritor Ruy Castro. Mostra seus vários confrontos com a morte — os ‘selos’ –, que incluem drogas, álcool e doenças gravíssimas. Mas é sobretudo um testemunho de alguém salvo pela palavra.

 

 

 

 

Pérolas absolutas (Record, 2003) Finalista do Prêmio Jabuti

A loucura é o tema central deste romance, narrado através das vozes de várias mulheres, que se confundem entre si, numa espiral vertiginosa.

 

 

 

 

Através do vidro (coleção Amores extremos, Record, 2001)

Um livro sobre o desejo. Não só o desejo sexual, mas o anseio pelo que parece inalcançável. Através do vidro fala do poder da fantasia.

 

 

 

 

 

Diário de Perséfone (Record, 1998)

A solidão é o tema deste livro, em que três personagens viajam em busca de respostas. Eles talvez não se encontrem, mas modificarão as vidas uns dos outros.

 

 

 

 

A porta (Record, 1996) Finalista do Prêmio Jabuti

Um livro sobre paixão, terror e morte, onde o cinismo se defronta com o mistério e os computadores convivem com a magia negra.

 

 

 

 

 

CONTOS/CRÔNICAS

 

Rio – Pena e pincel (Casa da Palavra, 2011)

O livro traz textos sobre o Rio, ao lado de mais de 40 reproduções de pinturas de Leonel Brayner, mostrando a cidade hoje e no século XIX.

 

 

 

 

Contos mais que mínimos (Tinta Negra, 2011) – PNBE (*)

Seleção de microcontos (os antecessores dos “Contos mínimos”), publicados na Folha de S. Paulo nos anos de 1996 e 1997.

 

 

 

 

Sete vidas  (Cosac Naify, 2003)

Sete “Contos mínimos” sobre um dos assuntos prediletos de Heloisa Seixas: gatos. Ilustrações de Iran do Espírito Santo.

 

 

 

 

 

Contos mínimos (Record, 2001) – PNBE (*)

Seleção de “Contos mínimos” publicados na revista Domingo do Jornal do Brasil.

 

 

 

 

Pente de Vênus – E novas histórias do amor assombrado (reedição com acréscimos, Record, 2000)

Vinte e um contos sobre amor e assombro, repletos de um terror psicológico, abstrato, e por isso mesmo inquietante.

 

 

 

 

 

Pente de Vênus – Histórias do amor assombrado (Sulina,1995) Finalista do Prêmio Jabuti. Entrou nas principais listas de melhores livros do ano de 1995.

 

 

NÃO-FICÇÃO

 

Uns cheios, outros em vão – Receitas que contam histórias (Casa da Palavra, 2013)

Um livro que mistura receitas culinárias e histórias de família e é uma espécie de contraponto a O lugar escuro, pois nele Heloisa Seixas procurou acentuar o lado leve e colorido de sua mãe, antes que esta fosse atingida pela doença de Alzheimer.

 

 

 

 

 

Terramarear – Peripécias de dois turistas culturais (Companhia das Letras, 2011)

Artigos sobre viagens, feitos por Heloisa Seixas e Ruy Castro, abordando temas como cinema, literatura, arquitetura e gastronomia.

 

 

 

 

 

O prazer de ler (Casa da Palavra, 2011)

Textos sobre o prazer da leitura, incluindo uma lista dos livros que a autora levaria para uma ilha deserta.

 

 

 

 

Álbum de retratos (fotobiografia de Ruy Castro, Folha Seca, 2008)

 

O lugar escuro – Uma história de senilidade e loucura (Objetiva, 2007)

Um relato impressionante sobre a convivência de Heloisa com a doença de Alzheimer, desenvolvida por sua mãe.

Em 2013, foi lançada a edição de bolso de O lugar escuro, pelo selo Ponto de Leitura, da Objetiva.
 

 

 

 

JUVENIL

 

O amigo do vento (Moderna, 2015)

Seleção de crônicas sobre comportamento, mundo contemporâneo, tecnologia etc, tudo voltado para o público jovem.

 

 

 

 

 

 

Heloisa Seixas — Crônicas para ler na escola (Objetiva, 2013)

Este livro traz uma seleção de cerca de 60 textos — em sua maioria “contos mínimos“, mas também algumas matérias maiores, publicadas na revista Seleções –, que foram escolhidos por Regina Zilberman.

 

 

 

 

 

Uma ilha chamada livro (Record, 2010) – Prêmio da FNLIJ (**)  de Melhor livro juvenil de 2010

Uma seleçao de “Contos mínimos” sobre ler, escrever e contar histórias.

 

 

 

 

 

Frenesi – Histórias de duplo terror (Rocco, 2006) – PNBE (*)

Um livro de terror para jovens, contendo referências a grandes clássicos da literatura gótica.

 

 

 

 

 

 

 

INFANTIL

Carmen – A grande Pequena Notável (Edições de Janeiro, 2014) Prêmio da FNLIJ (**) 2015 para Melhor Livro Informativo (não-ficção) e Melhor Projeto Gráfico.

Biografia de Carmen Miranda para crianças, escrita por Heloisa Seixas em parceria com Julia Romeu. Ilustrações de Graça Lima.

 

 

 

 

 

Histórias de bicho feio (Companhia das Letrinhas, 2006)

Livro infantil em que os personagens são bichos nada bonitinhos, como morcegos, salamandras, pernilongos e tubarões. Ilustrações de Daniel Bueno. Prefácio de Toni Belotto.

 

 

 

 

 

ORGANIZAÇÕES/TRADUÇÕES
Depois – Sete histórias de horror e terror (contos de vários autores – organização e tradução, Record, 1998)
Visões da noite – Histórias de terror sarcástico (contos de Ambrose Bierce – organização e tradução, Record, 1999)
A Casa do Passado – Dez grandes contos de terror (contos de Algernon Blackwood, organização e tradução, Record, 2001)
Coleção Clássicos de Aventura (organização da coleção e tradução de três dos seis volumes: Ela, de H. Rider Haggard, Ayesha – A volta de Ela, do mesmo autor, e Moonfleet, de John Meade Falkner). (Record, 2004/2006)

O presente dos magos (de O. Henry – tradução) (Cosac & Naif, 2004, ilustrações de Odilon Moraes)
Jane Eyre (de Charlotte Brontë – tradução) (BestBolso, 2011)

ORGANIZAÇÕES
As obras-primas que poucos leram – Vol. 1 e 2  (organização e prefácio) – volumes com 35 artigos cada sobre grandes obras do romance e do conto (Record, 2005)
As obras-primas que poucos leram – Vol. 3 e 4  (organização e prefácio) – volumes com artigos sobre grandes obras de teatro, poesia e não-ficção (Record, 2006)
Um filme é para sempre – 60 artigos sobre cinema (artigos de Ruy Castro) (Companhia das Letras, 2006)
Tempestade de ritmos – Jazz e música popular no Século XX (artigos de Ruy Castro) (Companhia das Letras, 2007)
O leitor apaixonado — Prazeres à luz do abajur (artigos de Ruy Castro ) (Companhia das Letras, 2009)

PARTICIPAÇÃO EM ANTOLOGIAS
13 maneiras de amar (Nova Alexandria, 2001)
21 histórias de amor (Francisco Alves, 2002)
Boa companhia (Companhia das Letras, 2003)
Páginas de sombra – Contos fantásticos brasileiros (Casa da Palavra, 2003)
Contos de escritoras brasileiras (Martins Fontes, 2003)
Amando o gato com todas as letras (Editora Top.Co, 2003)
Ficções – feminino (Editora Sesc SP, 2004)
25 mulheres que estão fazendo a nova literatura (Record, 2004)
Dentro de um livro (Casa da Palavra, 2005)
Contos para ler na cama (Record, 2005)
Dez livros que abalaram meu mundo (Casa da Palavra, 2006)
Hoje é dia de festa (Companhia das Letras, 2006)
Os melhores contos de cães e gatos (Ediouro, 2007)
Recontando Machado (Record, 2008)

Metamorfoses (Companhia das Letras, 2010)

(*) PNBE – Selecionado no Programa Nacional de Bibliotecas Escolares
(**) FNLIJ – Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil